Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Desses poemas da vida real

Olá, vou me apresentar
Se eu não fizesse isso, provavelmente não iriam me notar
Enfim, meu nome é Maria, mulher de João
E a minha história vocês ouvirão
Nasci mulher, pobre, na favela
Minha mãe era do lar, mas não do dela
Limpava pros ricos, cozinhava pros ricos
E pra sustentar eu e meus 5 irmãos, ainda fazia uns bicos
Quando eu tinha 2 anos, meu pai saiu de casa
E jogou na minha mãe toda essa responsabilidade, que desgraça!
Não me lembro dele, mas sei que bebia, e batia
E minha mãe, batalhadora, sempre resistia
Depois que ele foi embora, ela deu graças a Deus
Mas sabia muito bem que tinha que duplicar o esforço pra cuidar dos filhos seus
Depois de alguns anos, eu conheci João
Homem honesto, carinhoso, e veio a paixão
Casamos, tivemos duas crianças, estava tudo indo bem
Na nossa casinha no morro com tv, um quartinho e um armazém
Até que João apanhou no serviço, por ser preto, por ser pobre
Disseram que tinha roubado, que isso não era nada nobre
Pobre João, depois de muito ser maltrata…